O que mudou na minha visão depois de me cercar de bons exemplos

A primeira vez que eu vi uma foto da Beth Ditto foi na livraria Saraiva, na capa de uma revista com a seguinte foto (que não era a Love):

beth-2
#Acessível: Foto da Beth Ditto, uma mulher gorda com a pele pálida (provavelmente mais empalidecida por efeito) nua com um tecido rosa tampando as partes íntimas e o nome cobrindo os polêmicos mamilos femininos.

Foi uma amiga quem me mostrou e me disse que ela era conhecida por ter um estilo diferente como o meu e por ser gorda (não disse como eu mas eu saquei). E eu confesso que na hora não me senti nada bem.

De primeira esta imagem da Beth para quem não está acostumada com representatividade pode ser chocante mesmo. Olhei para as dobras dela (na época eu era mais magra) e pensei imediatamente que não queria ser “feia e estranha” como ela. Eu tinha que dar um jeito de ser “normal”. Sim, meu passado me condena.

Depois daquilo passei por inúmeras dietas, sofrimentos, tentativas de não ser quem eu realmente era e toda uma luta que já pontuei algumas vezes aqui. Hoje eu tive a oportunidade de rever esta foto e pensar que eu quero ser tão linda e poderosa quanto ela nesta foto.

Não pense você que foi um ato voluntário não. Foi de repente que eu pensei nisso e também de repente meu passado me deu um soco no estômago dizendo AH É BONITONA? ELA NÃO ERA FEIA E ESTRANHA?

Minha reação quando eu me toquei do que eu pensei da MESMA foto em questão foi tipo

amazed.gif
#Acessível: uma mulher loura com cara de espanto olhando para os lados.

Quer dizer então que quase uns 10 anos depois eu estava achando a mesma foto que eu tinha achado estranha, feia, a mesma mulher que eu não queria ser, era justamente alguém em quem eu estava me espelhando? COMO ISSO ACONTECEU?

E foi aí que eu me toquei: eu me livrei dos maus exemplos opressores que faziam com que eu me odiasse e passei a ter perto de mim exemplos mais parecidos comigo que me mostraram a beleza e o poder de ser quem eu sou.

Esses dias rolou um adedaço das gordas no Facebook (foi de repente que aconteceu nada muito programado não) e eu vi muita mulher querendo adicionar cada vez mais as gordas. Isso porque é algo importante para nós. Isso porque não temos representatividade como as pessoas padrão têm. Isso é o que toda minoria deveria fazer, justamente se unir.

Certa feita uma mulher gorda nos contou sua história e de como ela se sentia mal e uma vez ela comemorou estar rodeada de mulheres gordas no face e eu vi que cada dia mais ela mostrava muita força. Era justamente o poder de estar no meio de quem faz com que a gente se sinta bem. É importante saber que tem muito mais pessoas como você do que a mídia tenta pregar. E isso nos dá força para continuar cada dia.

Depois que eu comecei a me aceitar e me rodear de exemplos bodypositive eu comecei a enxergar a beleza, a sensualidade e o desejo nas outras formas além do padrão (e desejo vai além do sexual). Era justamente aquilo que me fazia me reerguer a cada ataque que eu sofria. Era essa companhia, esse mundo cercado de gordas que me fazia ver que eu mereço o respeito que me foi negado e com isso ter forças para exigir o que é meu por direito.

Quando você começa a se amar e se aceitar como é, você começa a se tratar diferente, o mundo te enxerga diferente. Tem aquele lance da lei da atração que funciona em conjunto com vários outros fatores e tem o fato de você impor o respeito.

Meu pensamento, meus conceitos, meus gostos mudaram muito. Tive muito mais coragem de assumir meu estilo, meu corpo, minha atitude, minha voz depois que eu comecei a abraçar cada vez mais mulheres gordas e colocá-las no meu convívio. Se você está no caminho do empoderamento e achaque está estagnada, faça uma reflexão e veja o quanto você já mudou. Isso vai ajudá-la a continuar cada vez mais.

Exclua de uma vez por todas pessoas que fazem mal. Una-se a quem te faz bem. Faça novas amizades parecidas com você tanto em estética quanto em pensamento. Você verá como faz bem ❤

kiss the fat girl assinatura

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s