Lutar contra a gordofobia não é ser contra o emagrecimento

Muitas pessoas vêm me questionar o porquê de eu ser contra as pessoas magras ou contra o emagrecimento. E a resposta é simples: não sou.

Uma vez que eu promovo a quebra do preconceito e a aceitação do próprio corpo independente de peso, tamanho de roupa, formato, cor ou qualquer outra coisa, eu deixo claro que eu estou combatendo apenas o PRECONCEITO. Preconceito este que pode partir tanto de pessoas magras quanto de pessoas gordas.

Há quem diga que, quando uma pessoa gorda que milita contra a gordofobia resolve emagrecer, ela está traindo o coletivo gordo. Gente, por favor. Traição só acontece se ela começar a reproduzir e disseminar a gordofobia, estando ela ainda gorda ou não.

besteira

Existem muitos motivos para as pessoas emagrecerem e estes motivos cabem exclusivamente a elas. Não a mim, não a você, mas a ELAS. Assim como nós temos direito ao nosso corpo, elas também têm. E deixar de consumir a música, admirar o trabalho ou ser amiga de uma ex-gorda somente pelo fato de ela ter emagrecido é preconceito SIM. Não existe magrofobia mas preconceito, mesmo sem um termo específico, continua sendo preconceito. Então vamos nos empenhar em ser pessoas melhores já que queremos uma sociedade melhor, certo?

adele
Adele e Kelly Osbourne em seu antes e depois

Quanto às pessoas magras que acreditam que estamos querendo engordar pessoas para formar um exército gordo e dominar o mundo, por favor, ponham a cabecinha para pensar. Nós não queremos nada além de respeito. Lutamos apenas contra o preconceito e a falsa simetria. Não queremos que vocês sejam maltratados e nem percam seus direitos. O que buscamos aqui é a sua empatia, é deixar claro que somos seres humanos merecedores do respeito alheio e queremos que nossos direitos sejam respeitados também. Vocês podem ver que eu repito a palavra respeito porque é justamente essa a nossa luta. Bem simples.

Queremos que nosso almoço seja respeitado sem ninguém analisando nosso prato, que nosso espaço seja respeitado sem ninguém analisando nosso corpo, que nossas oportunidades acadêmicas e profissionais sejam respeitadas de igual para igual e analisem nosso currículo e testem nossa capacidade e não a nossa aparência. Queremos um atendimento médico digno onde o profissional que deveria cuidar de nós não fique zombando, condenando, julgando, maltratando e muito menos atribuindo qualquer doença ou sintoma nosso ao fato de sermos gordas. Queremos viver nossas vidas em paz sem que pessoas disfarcem seu preconceito com preocupação da saúde alheia e acham que não estão passando vergonha com essa desculpa que já caiu por terra tanto quanto discursos eleitorais. Queremos que as pessoas entendam que esta opressão causa problemas psicológicos graves que matam muito mais do que doenças provocadas pela obesidade ou qualquer outro argumento falho utilizado por vocês. Tudo o que queremos é viver nossas vidas sem sermos incomodadas.

Não sou contra o emagrecimento, sou contra ele ser feito de forma violenta, despreparada, descuidada, sem um controle ou acompanhamento. Fiz dieta durante 21 anos da minha vida, tempo o suficiente para saber na prática que dietas de revistas e livros de alta circulação podem piorar significativamente sua saúde (muitas vezes de forma irreversível), que não se deve pegar o remédio da amiga porque “ele é ótimo para emagrecer” (e pode te levar à morte), que dietas malucas e restritivas são extremamente perigosas, entre outras coisas péssimas.

Quer emagrecer com dieta? Visite um endocrinologista e um nutricionista e faça o acompanhamento. Quer fazer uma reeducação alimentar para desintoxicar seu corpo, independente de emagrecer ou não? Acompanhe com um profissional ou grupos de apoio como Peso Ideal que tem vários profissionais por trás de uma orientadora. Quer fazer a bariátrica? Verifique bem se é a opção correta, pense, converse com profissionais e decida-se. Se for isso mesmo, apenas seja muito feliz.

O que desejamos aqui é erradicar a gordofobia e ensinar as pessoas a amar seu corpo independente de como ele é ou de como deseja que ele seja.

kiss the fat girl assinatura

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s