Ela só quer dançaaar…

Este tema foi uma sugestão da Gabi, uma das nossas leitoras lindas ❤

Hoje é sexta-feira, primeiro dia do fim de semana (vai dizer que não?). O corpo está no trabalho, mas a cabeça já foi pra casa depois do almoço. Enquanto seus dedos digitam documentos, a mente já escolhe a roupa, o batom, os acessórios, a balada e tudo o que for preciso. Hoje é dia de arrasar!

closet

Deu a hora, partiu casa. Toma banho, passa perfume, experimenta os looks, escolhe o melhor, passa maquiagem, coloca acessórios, dá aquela checada no espelho, selfie, #balada no insta e… vamos lá!

rebel sexy

Chega na balada, encontra azamiga, tá tranquilo, tá favorável, você está se divertindo quando… Você nota que alguém está olhando na sua direção de um modo julgador. E agora?

Não é novidade que pessoas gordas chamem atenção na balada. Não pelo tamanho, não pelo peso, mas porque são pessoas gordas que estão se divertindo quando na verdade a sociedade espera que fiquemos em casa comendo cereal em frente à TV, reclusas e escondidas da visão de todo mundo. Em outras palavras, não temos o direito de ser felizes, quanto mais em público.

São várias as histórias que a gente encontra sobre preconceito na balada. Um que chega e fala que ficaria com você se você fosse mais magra, o outro que se acha no direito de te agarrar porque toda gorda tá desesperada, outro que resolve se juntar com os amigos e falar que você é feia ou alguma coisa bem idiota assim. Claro, são pessoas infelizes que estão ali para preencher o vazio existencial com álcool e música eletrônica. Se não fosse assim, eles não teriam tempo de ter este comportamento ridículo. Lembre-se: gente feliz não enche o saco.

A Gabi, quando mandou a sugestão, mostrou o seguinte texto:

Sou uma moça bonita, porém gorda. Só por aí você já pode imaginar o tanto de absurdos que eu sou obrigada a ouvir e ver.
‘Seu rosto é tão bonito’
Aquela amiga magra te mostrando a barriga que ela pensa ter pra melhorar a auto estima dela.
‘Você deveria emagrecer, me preocupo com a sua saúde’ (mesmo que todos os exames da gorda estejam super ok)
Nem todo mundo é otário e vigilante do peso alheio, não gosto de generalizar. O problema é que ainda tem muito disso, ainda sinto as pessoas me olhando com desprezo, me julgando inferior porque meu manequim é 50/52. Nas festas da faculdade, eu vejo os caras me olhando mas muitos não tem coragem de chegar perto acho que por medo de serem zoados pelos outros. Alguns chegam e são muito legais e rendem um bom beijo, outros chegam pra me ridicularizar porque eu e minha barriga, braço e bunda grande estamos dançando como qualquer outra mulher na festa.
Eu não sei quem foi que achou que as gordas aceitam qualquer mugalha, ou que elas olham para todos os homens do mundo desesperadas por amor. Querido, fala sério! Às vezes eu chego a pensar que o cara está falando pros amigos ‘Olha aquela gorda ali dançando’ e ri, na verdade está com um puta tesão em me ver dançar e usa a chacota como desculpa para poder me olhar o quanto quiser sem ser julgado por ninguém. Pode ser que não também, pode ser que ele só tenha asco de mim memso. Ninguém é obrigado a gostar das gordas e dos gordos (porque o que tem de mulher dando fora em homem gordo também não tá escrito!), as pessoas são obrigadas a entender que vai te manequim 50, 60 e até 70 nos lugares sim! E vai ter gente rindo, dançando, beijando, transando ocm seus corpos gordos goste você ou não.
Então eu só peço para você que não gosta de gente gorda ou que tem muito tesão por nós mas não tem peito para assumir, pra deixar a gente em paz.
Vai ter gorda de minissaia, de biquíni, de batom vermelho, dançando, rebolando, bebendo, vivendo e se divertindo. Mais fácil a galera aceitar.
Beijo bem gordo no seu coração.

Eu mesma passei por um caso há alguns anos. Sempre ia em uma casa noturna específica e naquela noite minha amiga estava beijando um cara. Eu fui pegar uma bebida como de costume e um zé ruela parou ao meu lado, olhou pros amigos e soltou um berro na minha orelha:

Posso te falar uma coisa? Você é muito feia sua gorda!

Obviamente ele não contava com o fato de eu ser caruda e de ter subido ao palco na noite do Karaoke e ter falado pro local inteiro o que ele tinha me dito e eu ainda completei “Meninas não fiquem com ele porque ele tem um bafo do cão, acho que tem meses que não escova a dentadura”. Mas isso não vem muito ao caso. Acontece que o ataque foi simplesmente assim: “decidi que tenho o direito de chamar ela de feia então vou invadir o espaço dela que está nem aí pra minha existência e falar alguma besteira”. O que me deixa pau da vida é que eu tenho a cara de pau de responder ou então entendo que se trata de uma pessoa escrota e que o melhor é sair de perto do bafudo, mas muita gente não tem. Muitas pessoas se acham no direito de incomdar outros seres humanos por causa do peso e da aparência e estas vítimas dos ataques se sentem mal. Como foi o caso do Fat Man Dancing, só que nem todo mundo conta com o apoio que ele teve. E infelizmente eu vou te dizer: isso não vai acabar tão cedo.

Ah, mas Lika, então é melhor ficar em casa pra não arriscar.

CÊ TÁ LOCAAAAA??????? COMEU OVO DE PELICANO, FOI?

Miga, você que vai na balada, que curte dançar, eu só te digo uma coisa: SE LIBERTA.

Estas pessoas que ficam falando, julgando, apontando, não têm o mínimo direito de decidir o que você pode ou não curtir na sua vida. Vai mesmo perder uma festa, deixar de dançar, de se liberar, de soltar a franga na balada só por que meia dúzia de desocupados acham que você não tem o direito de estar ali? Eles que se acostumem. Aceitem que dói menos. E se não gostarem, que se retirem. Você está curtindo a sua vida e independente do seu corpo, gorda ou magra, com peito ou sem peito, com bunda ou sem bunda, branca ou negra, cabelo liso, crespo ou cacheado, de batom rosa virginal ou preto diva das trevas, você tem todo o direito de estar ali se divertindo.

Dani
Minha miga Dani do QueSeDani curtindo como se não houvesse amanhã

O seu corpo na balada tem uma função: SE DIVERTIR. Você não vai lá pra participar de um concurso de miss (e mesmo se fosse, todos devem te respeitar), você não está ali pra uma análise coletiva. Está ali para deixar o ritmo fluir nas suas veias e você abrir suas asas, soltar suas feras, cair na gandaia e entrar nessa festa.

Gloria
Minha amiga Glória se soltando

Lugar de mulher é onde ela quiser! Lugar de gorda, magra, alta, baixa, é onde ela quiser! Se ela quer ir pra balada, vai pra balada, se liberta. Se quiser ficar em casa assistindo Netflix, recomendo Stranger Things 😉 Mas o importante é fazer o que você tem vontade e isso inclui ralar a bunda no chão quando toca Work.

Gabrieça
Gabriela dançando e se divertindo

Sobre os caras e a pegação na balada, o negócio é simples, se olhou gostou beijou, ok. Senão, tem outros. E se não quiser pegar ninguém também não pega. Beijação não é primordial em balada.

Em tempo: Este é um discurso heteronormativo mas que também serve muito para o meio LGBT que tem uma gordofobia lascada.

Não se prive de diversão por contade outras pessoas. Julgamentos alheios sempre existirão. Se não é pelo seu corpo, é pela sua roupa. Se não é pela sua roupa, é pelo seu cabelo. Se não é pelo seu cabelo, é porque você bebeu tequila ao invés de uma bebida doce “de mulher”. E assim caminha a humanidade, julgando e condenando aquilo que não tem nada a ver com a própria vida.

Larissa
Larissa se divertindo MUITO

Tire selfies sim. Faça careta sim. Faça bico de pato sim. Tire foto sexy sim. Use e abuse da make sim. Use as roupas que você quiser sim. Dance muito sim. E quem não gosta que se retire. Você não é obrigada a nada, especialmente a agradar pessoas.

Marcella
Marcella e sua legenda perfeita haha ❤

Se você ainda tem receio de dançar na balada, a melhor dica que eu dou é: reúna as amigas. Se você está junto com amigas que te acompanham a dançar, você tem muito mais chances de se sentir à vontade. Mas se você já se sente à vontade, apenas curta a noite. Afinal, só se vive uma vez!

Tenha uma boa balada!

rebel single

FAT KISSES 4U2

*Foto da capa: Jessica e Felipe do Projeto Cada Uma clicada por Robson Leandro da Silva.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s